segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Orações coordenadas


O período é composto por coordenação quando tem orações equivalentes, ou seja, as orações que formam o período têm a mesma função (o mesmo valor sintático). São também definidas como orações sintaticamente independentes umas das outras, relacionadas entre si pelo sentido. O processo de coordenação engloba também a justaposição.
Exemplo: João Paulo Minhon almoçou, repetiu e gostou. Onde:
·                     "João Paulo Minhon almoçou" é a primeira oração;
·                     "repetiu" é a segunda oração;
·                     "gostou" é a terceira oração.

Observações importantes:

1.       Os advérbios (que possuem função de conjunção) no entanto, entretanto, contudo e todavia vêm frequentemente precedidas pela conjunção e. Exemplo disso é a oração Vive hoje na maior miséria e, no entanto, já possuiu uma das maiores fortunas deste país. Em função da precedência da conjunção e, fica difícil classificar a coordenação como aditiva (conjunção e) ou como adversativa (conjunção no entanto). Por isso, caso seja suprimido a conjunção e, no entanto assume forma de conjunção, sendo por isso uma coordenação adversativa. Permanecendo a frase como está, existe coordenação aditiva, sendo no entanto um advérbio, devendo sempre vir entre vírgulas. Este raciocínio serve também para entretanto, todavia e não obstante.
2.       As conjunções explicativas pois e porque relacionam as orações de forma que a segunda apresenta a explicação, razão ou justificativa do que se expõem na primeira oração.
3.       Similarmente, as conjunções conclusivas logo, pois, portanto relacionam as orações de sorte que o que se afirma na segunda oração é conseqüência do que ocorre na primeira.
4.       As locuções adverbiais por consequência e por conseguinte funcionam como conjunções conclusivas.
Tipos de orações coordenadas:
·         Coordenadas Assindéticas
São orações coordenadas entre si e que não são ligadas através de nenhum conectivo. Estão apenas justapostas.
·         Coordenadas Sindéticas
Ao contrário da anterior, são orações coordenadas entre si, mas que são ligadas através de uma conjunção coordenativa. Esse caráter vai trazer para esse tipo de oração uma classificação - as orações coordenadas sindéticas são classificadas em cinco tipos: aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas e explicativas. Vejamos exemplos de cada uma delas:
1.       Orações Coordenadas Sindéticas Aditivas: e, nem, não só... mas também, não só... como, assim... como.
- Não só cantei como também dancei.
- Nem comprei o protetor solar, nem fui à praia.
- Comprei o protetor solar e fui à praia.
2.       Orações Coordenadas Sindéticas Adversativas: mas, contudo, todavia, entretanto, porém, no entanto, ainda, assim, senão.
- Fiquei muito cansada, contudo me diverti bastante.
- Ainda que a noite acabasse, nós continuaríamos dançando.
- Não comprei o protetor solar, mas mesmo assim fui à praia.
3.       Orações Coordenadas Sindéticas Alternativas: ou... ou; ora...ora; quer...quer; seja...seja.
- Ou uso o protetor solar, ou uso o óleo bronzeador.
- Ora sei que carreira seguir, ora penso em várias carreiras diferentes.
- Quer eu durma quer eu fique acordado, ficarei no quarto.
4.       Orações Coordenadas Sindéticas Conclusivas: logo, portanto, por fim, por conseguinte, conseqüentemente.
- Passei no vestibular, portanto irei comemorar.
- Conclui o meu projeto, logo posso descansar.
- Tomou muito sol, consequentemente ficou adoentada.
5.       Orações Coordenadas Sindéticas Explicativas: isto é, ou seja, a saber, na verdade, pois.
- Só passei na prova porque me esforcei por muito tempo.
- Só fiquei triste por você não ter viajado comigo.
- Não fui à praia pois queria descansar durante o Domingo.



Exercícios:

1.       Classifique as orações coordenadas conforme o código abaixo:

( 1 ) oração coordenada assindética
( 2 ) oração coordenada sindética aditiva
( 3 ) oração coordenada sindética adversativa
( 4 ) oração coordenada sindética alternativa
( 5 ) oração coordenada sindética explicativa
( 6 ) oração coordenada sindética conclusiva

a)       Gosto muito de dançar, pois faço “jazz”desde pequenina. (     )
b)      Recebeu a bola, driblou o adversário e chutou para o gol. (     )
c)       Acendeu o “abat-jour”, guardou os chinelos e deitou-se. (     )
d)      Não se desespere, que estaremos a seu lado sempre. (     )
e)       Ele estudou bastante; deve, pois, passar no próximo vestibular. (     )
f)       Está faltando água nas represas, por conseguinte haverá racionamento de energia. (     )
g)       Não me abandone, ou eu sou capaz de morrer. (     )
h)      Não é gulodice, nem egoísmo de criança. (     )
i)        Ela não só chorava, como também rasgava as cartas com desespero. (     )
j)        Choveu muito na região sudeste; no entanto, o rodízio de água começará amanhã. (     )

2. Relacione as orações coordenadas utilizando as conjunções coordenativas:

a) Ouviu-se o som da bateria. Os primeiros foliões surgiram.
b) Não durma sem cobertor. A noite está fria.
c) Quero desculpar-me. Não consigo encontrá-los.

3. Classifique as orações coordenadas abaixo:                

1.    Viajei até ao Norte, porém não consegui observar todas as paisagens.
2.    Já vos foram fornecidos os exercícios, portanto trabalhem bem.
3.    Traz-me as tuas revistas ou terei que comprar outras.
4.    Seja pelo melhor, seja pelo pior, vou emigrar para Londres.
5.    O meu amigo não aceita ajuda de ninguém, por conseguinte vou ajudá-lo sem que perceba.
6.    Tudo é belo nestas paisagens mas falta-me a minha família.
7.    Eles não terminaram o que tinham que fazer nem se esforçaram por isso.
8.    Ora me dizes para estudar, ora me obrigas a trabalhar na loja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário